+55 (61) 3554-5109      abep@abep-tic.org.br
15/10/2018 - 11:55h 68

Audiências criminais

Prodam (AM) viabiliza conectividade para audiências por videoconferência
Audiências criminais

O Tribunal de Justiça do Amazonas está implantando o projeto “Audiências Criminais por videoconferência”. A iniciativa tem como objetivo garantir maior economia para o Estado (transporte, alocação de policiais, etc.) e assegurar maior celeridade na tramitação dos processos. A expectativa é que até o final deste ano as audiências ocorram dentro dos presídios, sem a necessidade de deslocar os detentos até o Fórum de Justiça.

​A empresa Processamento de Dados Amazonas S.A (Prodam) será responsável por viabilizar a conectividade necessária para o Projeto. Para isso, técnicos da Empresa estão realizando o levantamento das necessidades de infraestrutura que darão funcionalidade às salas ou anexos dos presídios onde serão realizadas as audiências de custódia por videoconferência. As sete unidades prisionais de Manaus devem ser contempladas com o recurso tecnológico. Há ainda previsão de expansão para o interior, a partir da criação de uma rede de comunicação com a utilização de fibra ótica.

​De acordo com o diretor-presidente da Prodam, Fábio Naveca, o projeto de Audiências por videoconferência já foi testado em uma das sete unidades prisionais da capital atendendo às expectativas iniciais. “Além de garantir maior celeridade aos processos, realizar as audiências com esta tecnologia possibilita a maior segurança dos juízes, promotores e funcionários dos Fóruns, a redução de gastos estatais com a logística de transporte de detentos, a eliminação de possíveis fugas neste transporte e a busca rápida das gravações destas audiências pela autoridade judicial”, destacou Naveca.