+55 (61) 3554-5109      abep@abep-tic.org.br
25/10/2018 - 17:13h 9

Cooperação técnica

ATI-PE firma novo acordo com universidades e empresas públicas
Cooperação técnica

A Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI-PE), vinculada à Secretaria de Administração do Estado (SAD-PE), firmou nesta segunda-feira (15/09), acordo de colaboração técnica em Segurança da Informação e Comunicações com as universidades federais de Pernambuco (UFPE), Ceará (UFC), Rio Grande do Norte (UFRN), Alagoas (UFAL), Bahia (UFBA), Cariri (UFCA), Sul da Bahia (UFSB), Paraíba (UFPB), Rural de Pernambuco (UFRPE), e ainda com a Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), a Universidade de Pernambuco (UPE), e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (Unilab), além da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI), e a Empresa Municipal de Informática (Emprel).

​O acordo tem por objeto a cooperação técnica em Segurança da Informação e Comunicações (SIC), entre as 16 instituições partícipes, que passam a constituir a “REDE WORKCOLAB”, visando o desenvolvimento, aprimoramento, intercâmbio e a execução conjunta de programas e projetos, relativos a assuntos de SIC, através da disponibilização de documentos, normas, procedimentos, planos de gestão, processos, campanhas de conscientização e educação e experiências relacionadas com o objeto do presente acordo. “Vamos compartilhar conhecimento, sejam processos, planos de gestão, política... o importante é a troca de experiência, este intercâmbio que vai permitir a multiplicação da informação. A solução de um problema aqui pode ser a mesma para outro órgão”, explica o presidente da ATI e também presidente da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP-TIC), Romero Guimarães.

​Para a gestora de Segurança da Informação, da Pró-Reitoria da UFPE, Rosângela Saraiva Carvalho, já havia parceria semelhante entre as instituições de ensino. “Já fazíamos essa troca de experiências, mas só entre as universidades. E as universidades estão com dificuldade de pessoal. Percebemos a importância da contribuição de outros órgãos. Precisamos unir esforços e a ATI é uma excelente colaboradora na questão Segurança da Informação”. “Às vezes acontecem casos nunca vistos, daí a existência da rede de colaboradores ajuda a solucionar. Seremos agentes multiplicadores. Vamos sempre repassar os casos exitosos a todos”, completa o chefe do Núcleo de Segurança da Informação da ATI, Germano Guimarães.